Na última Sexta – feira (01), a conceituada produtora de eventos Live Nation publicou em seu site, uma entrevista por telefone que eles realizaram com AURORA. E você pode conferir agora a entrevista completa traduzida:


O DEBUT DE AURORA VAI TE AJUDAR A ENCONTRAR O SEU GUERREIRO INTERIOR

Em ‘All My demons Greeting Me as a Friend’, a cantora-compositora norueguesa está usando sua imaginação selvagem para capacitar outras pessoas.


Cantora e compositora norueguesa AURORA me ligou de Nova Iorque. Essa é a ultima parada dela na sua turnê mundial atual, e ela já está sonhando com sua casa.

“Minha mãe, meu pai e minhas irmãs, eu sinto falta deles todos os dias, o tempo todo,” ela disse. “É tão legal andar na rua e sentir o ar e o vento frios. Eu acho que talvez o mesmo vento que acariciou a bochecha da minha mãe nessa manhã acaricie a minha mais tarde. Isso é um pensamento tão legal, não é? E pensar que o vento toca pessoas de todo ao redor do mundo. Isso me faz feliz.”

Nascida Aurora Asknes, a cantora-compositora-de-19-anos confessa que sua visão de mundo sempre foi mergulhada em magica e mistério. O nome da sua cidade natal até se traduz para “Fjord of Lights”. Como uma musicista em constante movimento, ela alimenta sua maravilhosa predisposição com longas caminhadas para estudar pássaros e pessoas.

“Eu tive uma imaginação realmente vívida quando eu estava crescendo”, ela disse. “Quando eu tinha seis anos eu falei pra uma colega de classe minha que nós tínhamos ratos em nossas casas que podiam falar. Quando criança, eu fiz um país das maravilhas pra mim mesma… Eu consigo me entreter bastante contando histórias.”

AURORA – Into he Light (LEGENDADO)

O youtube não pode nos barrar! Após alguns problemas para enviar o vídeo “AURORA – Into the Light” legendado para YouTube, resolvemos posta-lo aqui no Facebook <3Assista ao documentário “AURORA – Into the Light” Legendado:”

Publicado por Portal AURORA Brasil em Terça, 15 de dezembro de 2015

Esse amor por histórias foi manifestado em seu álbum debut “full-lenght” como AURORA, “All My Demons Greeting Me as a Friend”, que foi lançado em Março deste ano. Da pegada fantasiosa de “Runaway”, até o lamento triste de “Black Water Lilies”, a natureza aparece em todas as musicas da AURORA. Lobos, pássaros, e flores são o centro das atenções em canções como “Running With the Wolves”, “Winter Bird, enquanto dramas humanos envolvem “I Went Too Far” e “Lucky”.

Personagens são forçados a encarar a escuridão – uma vítima de assassinato faz as pazes com seu assassino, um vagabundo escapa para uma região selvagem, e algumas quantidades de corações partidos buscam salvação. Ela dá os créditos para sua fascinação com o mundo de dois fortes cantores de folk narrativo: Bob Dylan e Leonard Cohen.

“Eu escutei às musicas de Cohen e Dylan quando criança, mesmo sem conhecer a língua inglesa ainda, mas ainda assim entendia sobre o que era a musica”, ela explica. “Eu podia sentir a emoção da musica sem saber as palavras. Era uma experiência especial. Depois de um tempo eu aprendi sobre o que as músicas falavam.”

O joie de vivre de AURORA brilha ao longo de All My Demons, Mas parece mais tangível no lead single “Conqueror”, onde ela canta sobre alguém desejando ser resgatada de “broken mornings, broken nights, broken days in between” (manhãs quebradas, noites quebradas e dias quebradas no meio). No coração da faixa, como ela disse, está uma importante lição que ela levou anos pra aprender.

“Você tem que encontrar o conquistador em você mesmo. [A música é sobre] uma pessoa que não percebeu isso ainda, alguém que está tentando encontrar o conquistador em outra pessoa qualquer. Mas você é a única pessoa de quem precisa para sobreviver. Daí outras pessoas vão fazer da sua vida uma vida boa.”

É uma estratégia de vida que está funcionando bem. Ano passado, Asknes encontrou uma fã em Katy Perry, que tweetou sua aprovação: “Finalmente música nova que faz meu coração palpitar”. Não muito depois no by:Larm Festival in Norway, eu vi um quarto lotado de adolescentes chorando enquanto cantavam canções não-lançadas da AURORA. Em dezembro ela estava cantando um Cover de Oasis “Half The World Away” Para um comercial de TV britânico.

São realizações tangíveis como essas que são mais emocionantes – e mais esmagadoras – para uma cantora de outro mundo.

“Vendo os efeitos que minha música pode causar as pessoas faz tudo ter mais sentido”, AURORA diz. “Isso me faz perceber que não estou fazendo isso apenas para estar no palco ou para ser famosa, o que não é algo que eu quero de qualquer forma. Quando as pessoas dizem que minhas músicas ajudaram elas quando perderam algum parente ou passaram por coisas ruins, isso faz ainda muito mais sentido. Se o que eu faço pode ajudar de alguma maneira esse mundo…”

Depois dessa revelação, a voz dela parou ligeiramente.

“Você deveria me ver agora”, ela disse com uma risadinha. “ Estou sentada aqui chorando em cima do meu macacão.”

Para conferir a entrevista na íntegra (em inglês) clique AQUI.

Tradução por: William Junior.