O site sobre música Indie, Indie.vidualist, publicou no último dia 07/05 a entrevista que realizaram com AURORA. Confira a entrevista com exclusividade em português:

Mesmo uma semana depois do show da AURORA nós continuamos completamente sem palavras. Nós nos encontramos com a maravilhosa Aurora Aksnes para uma pequena entrevista em Munique. Nós conversamos sobre o seu álbum, Harry Potter (claro) e como ela se sente por ser uma mulher na indústria da música.

 

Você lançou o seu lindíssimo álbum de debute alguns meses atrás – tem alguma musica que você se sinta mais orgulhosa de ter escrito?

 Oh muito obrigada! Hm, essa é uma pergunta difícil. Geralmente eu tenho muita dificuldade em aceitar que uma musica está pronta, então toda vez que eu escuto as minhas musicas – o que eu não faço muito, acho um pouco estranho – eu sempre penso no que eu poderia ter feito melhor, ou o que poderia ter sido, porque eu tenho muitas ideias. Mas eu acho que isso seja uma coisa boa também, sentar e pensar nesse tipo de coisa… E se lembrar de se sentir orgulhosa das coisas que você fez.

Eu gosto de “Through The Eyes Of A Child”, eu a escrevi quando o álbum já estava quase pronto, então ela é bem nova quando comparada com outras musicas como “Lucky” que eu escrevi quando tinha 9 anos.

É uma das únicas músicas novas do álbum. É muito semelhante à pessoa que eu sou hoje. É uma musica muito importante pra mim.

 

Se um álbum pudesse se tornar uma pessoa, de qual álbum você gostaria de ser melhor amiga?

Talvez “Post” da Björk. Eu acho que a gente se conecta. Acho que a pessoa teria uma ótima imaginação, um bom humor, sabe.

 

Se você pudesse viver dentro de um filme, qual filme você escolheria?

Ohhhh… Só um?

 

Ta bom, você pode escolher 3.

Eu adoraria viver em Star Wars – Uma Nova Esperança. É um dos meus filmes preferidos.

Eu também amo O Senhor dos Anéis, mas acho que seria meio triste viver lá, eles estavam em uma situação ruim antes do Frodo conseguir destruir o anel, sabe… Então acho que seria um lugar ruim para se estar.

E então nós temos Harry Potter! Eu AMARIA ir para Hogwarts! Eu ainda estou esperando a minha carta chegar… Eu estou sentada aqui… Esperando por ela… Mas ela não chega…

Mas sim, Harry Potter é definitivamente o número um para se viver.

 

Então essa é a pergunta certa para você: Se você criasse uma horcrux, o que seria?

Acho que definitivamente seria algo que eu pudesse carregar comigo. Porque eu não acho que eu me sentiria confortável em deixar um pedaço da minha alma em uma jaula ou qualquer coisa assim. Ou talvez no meio de uma floresta na Noruega, talvez em uma árvore. Eu tenho uma arvore favorita.  Eu moro perto de uma montanha, se você passar por ela e depois descer, não é muito perto – e no topo da segunda montanha atrás da minha casa – o que é uma caminhada de 2 horas – tem uma linda árvore. É muito velha e linda, ela fica no topo da montanha então ela pode ver todo mundo. Acho que seria um ótimo lugar para guardar um pedaço da minha alma. Eu não posso carregar uma arvore comigo… mas pelo menos eu teria uma parte de mim no meu país.

 

Tem alguma pergunta que você sempre quis responder em uma entrevista, mas ninguém nunca te perguntou?

Na verdade eu adorei a sua pergunta da horcrux… ninguém nunca tinha me perguntado isso. Eu geralmente me sinto bem satisfeita, mas você nunca me perguntou como é ser uma menina na indústria da musica. E eu acho que é um assunto muito importante. Digo, claro que nós temos muito mais poder do que nós tínhamos anos atrás, mas ainda tem alguns países que tem opiniões horríveis sobre as mulheres. Eu produzo a maioria das minhas musicas, mas ninguém sabe – porque as pessoas acham que tem algum cara fazendo isso pra mim.

Nos meus shows eu gosto de decidir como a bateria vai soar, ou quanto reverb eu tenho nos meus vocais… Todas essas coisas… Mas eles sempre perguntam para o homem da minha banda. É meio triste e muito estranho.

Aurora, by Sandra Wilbury. © indie.vidualist

Nós perguntamos para alguns fãs o que eles querem saber, então aqui vai algumas perguntas dos fãs…

Qual a sua estação do ano preferida?

Inverno! Porque eu amo neve, você pode acender algumas velas e eu amo natal! Eu não fico muito em casa, mas eu sempre estou em casa no natal então eu estou sempre aproveitando.

Eu amo o inverno, as arvores ficam lindas.

 

Você já sonhou com as letras de uma musica, ou a melodia, e depois escreveu e transformou isso e uma musica de verdade?

Sim. “Black Water Lilies” foi um sonho que eu tive. A melodia estava tocando no fundo do sonho. Eu estava sonhando que eu segurava uma mão que me levava para debaixo d’água. E tinha um rio, debaixo d’água, e eu chegava nesse lugar magico que era cheio de ‘black water lilies’ (um tipo de flor) – flutuando na água – que estava embaixo da água. Foi um sonho bem estranho. Quando eu acordei eu corri direto para o piano e escrevi a musica. Essa foi uma experiência bem estranha, mas só aconteceu algumas vezes.

 

Se você fosse um animal, qual você seria?

Eu amo sapos. Eles são um dos meus animais preferidos. Eu amaria ser um sapo que vive em uma floresta tropical. Eles podem pular tão alto! E mesmo eles sendo tão pequenos eles possuem veneno para se protegerem. Eu amo sapos.

Mas eu também gosto muito de corvos. Eu tenho sonhado de ser capaz de voar desde que eu estava na barriga da minha mãe. Então seria um desses.

 

Que planos você tem para um futuro próximo?

Bem, eu estive em turnê desde janeiro, então em maio eu vou ficar em casa por 3 semanas e vou poder dormir na minha própria cama… E eu estarei em estúdio! Gravando todas as musicas que eu tenho escrito.

 

Você esta escrevendo na estrada?

Sim, estou. Eu meio que tenho que escrever. Mas eu não tenho um piano comigo, então eu só posso imaginar as melodias.  Quando eu chego em casa eu sempre tenho que testar para ver se elas funcionam, sabe? Se elas realmente soam boas na vida real. Eu vou tentar fazer o segundo álbum, porque eu quero lançar músicas novas o mais rápido possível. Eu adoraria lançar um segundo álbum no começo do ano que vem. Eu tenho um pouco mais de liberdade com o segundo disco, eu posso decidir como ele vai soar e eu estou muito animada com isso.

E eu vou tocar em alguns festivais na Alemanha e nos Estados Unidos.

 

Ah sim, você vai tocar no festival Puls Open Air, né?

Sim! Eu ouvi que vai ser em um castelo. Tô muito empolgada.

Sim eu vou viajar por ai e tocar umas músicas, vou estar no estúdio e vou gravar um clipe para o próximo single, acho. Mas eu não tenho certeza ainda o que vai ser…

Tradução por: Maurício Pereira (Equipe PABR)

Matéria no site oficial da Indie.vidualist.