Em entrevista ao site Indie Hoy durante a passagem pela Argentina, AURORA falou sobre projetos futuros, músicas, livro, o amor pelos fãs sul-americanos, e o poder do silêncio. Confira a tradução do espanhol abaixo:

“A história já é conhecida: depois de uma tempestade severa sob as estruturas do Hipódromo de San Isidro, Lollapalooza Argentina teve de cancelar sua terceira edição (seria a primeira vez com três dias de evento), e os argentinos já estavam prontos para assistir ao Pearl Jam , Milky chance , Kygo, The National , LCD Soundsystem , David Byrne e Volbea.

Em adição, os planos para o último dia de festival foram modificados apenas uma semana antes, quando Tyler (The Creator) teve de cancelar a sua apresentação por “problemas pessoais”, e foi substituído pela cantora norueguesa AURORA.

A jovem de 21 anos visitou o país pela primeira vez para apresentar as músicas do seu álbum de estreia , lançado em 2016, mas infelizmente, o seu show não pode ocorrer. No entanto, a cantora passou muito tempo com os fãs de Buenos Aires que a esperavam do lado de fora do hotel, e até cantaram juntos.

O Indie Hoy falou com ela sobre a surpresa (do anúncio do show e com o pior final), o encontro com os fãs, suas novas músicas, e sua afinidade com o silêncio.

Indie Hoy: Eu vi nas redes sociais como você se reuniu fora do hotel com os fãs e até mesmo cantou uma música com eles. Como você viveu essa experiência?

AURORA: Eu senti muito pelos meus fãs quando descobri que o Lollapalooza tinha que ser cancelado. Tudo foi destruído, até mesmo os cenários… enfim. Eu queria fazer alguma coisa. Na verdade, eu estava dormindo no meu quarto quando os ouvi gritarem “Auroraaa!”, então corri para encontrar meus filhos e organizei um pequeno Meet & Greet para que todos pudessem ter uma foto e tudo mais.

Isso é lindo. Você esperava ter tantos fãs aqui na Argentina? 
Não, eu não fazia ideia! E eles são todos muito bons e especiais. Mas claro, agora que eu os vi, sei que tenho que voltar e ter meu próprio show aqui. Estou muito feliz por tê-los conhecido, por haver pessoas esperando por mim aqui fora. Eu não sabia, foi fantástico.

Você estava indo se apresentar no Lollapalooza em três países, substituindo Tyler, The Creator, que teve que cancelar. Como foi saber tão rápido que você teria que viajar para tocar nesses festivais? 
Foi muito estranho. Eu tinha dito à minha família e amigos que eu não tinha nada para fazer em todo o mês, que eu o tinha livre para passar férias na Noruega e fazer coisas juntos e assim por diante. De repente, meu gerente me liga e diz “em uma semana estamos indo para a América do Sul” e eu grito. Alguns membros da minha banda não puderam vir por causa do aviso repentino, então tivemos que encontrar novos percussionistas que aprendessem tudo em poucos dias. Mas tudo bem, nós fizemos, e agora estamos aqui.

Vou lhe contar uma frase e peço que me diga o que isso significa para você. “Be God in the shape of a girl” (Seja Deus na forma de uma garota)
Aww, essa é uma nova música!

Uma fã me pediu para perguntar porque você escreveu isso para ela em um pedaço de papel. De onde vem, o que significa para você? 
Eu não posso explicar isso. É uma música que significa muito para mim. Ela será a faixa número oito do meu próximo álbum. É uma frase de uma música.

Então, há novas músicas em breve? 
Bem, uma nova música sairá muito em breve. E então o álbum, espero, será lançado ainda este ano.

E como é essa nova música, o que é isso? 
Eu acho que para mim é sobre muitas coisas diferentes, coisas importantes. E acho que para as pessoas isso representará muitas coisas diferentes. Isso é o que eu quero, que as pessoas possam encontrar seu próprio significado das mesmas coisas. Eu sou muito inspirada pelo povo, o mundo e as pessoas nele, e como é difícil ser humano, tudo o que envolve o ser humano.

Sendo uma garota jovem no meio da indústria da música, você vê muita desigualdade de gênero? 
Sim, você vê isso o tempo todo. Mas estou super determinada a ter o meu próprio lugar e exigir respeito onde quer que eu vá. Tive muita sorte no caminho, mas já vi coisas, por exemplo, numa festa em que fui levada para Los Angeles, onde os homens que serviram a refeição tinham um traje formal e as meninas um maiô. Eu disse as pessoas que me senti realmente ofendida, foi estranho ter sido convidada para uma festa onde eu era quase a única mulher e todas as outras mulheres estavam vestidas de forma tão diferente. Eu vejo coisas assim o tempo todo. Mas, desde que você tenha em mente exigir respeito, acredite em si mesmo e diga as coisas em voz alta, o caminho é muito mais simples.

Voltando ao Lollapalooza, que artistas da formação argentina você gosta? 
Eu não acompanho muitos dos artistas do Lollapalooza. Mas eu acho que… Lana del Rey, talvez? Eu gosto dela. Ela é muito doce e sua música é muito doce. Eu respeito muito isso.

E que música você está ouvindo ultimamente? Algo novo que você descobriu? 
Bem, na verdade, eu… eu não tenho escutado muitas músicas ultimamente. Ou nunca… na minha vida. Gosto muito do silêncio. Eu prefiro. E eu acho que eu só… eu não sei… eu penso em música o tempo todo, eu faço música na minha cabeça o tempo todo, eu trabalho com música… então eu realmente não tenho que ouvir outra música.

Então você não precisa ouvir todos os tipos de música para criar música? 
Não. Ele vem de um lugar diferente. Não vem de fora, vem de dentro de você.

Você está acostumada a ficar em silencio? Você vem de um lugar silencioso? 
Sim, oh… [ suspira] . Essa é honestamente a melhor pergunta. Eu amo o silêncio e estou muito acostumada com isso. Se estou sozinha em casa, gosto de sentar no chão, quieta, por muitas horas, e acho… Eu amo o silêncio, é a coisa mais inspiradora. E lá escrevo também quando tudo está em silêncio. Eu acho que é realmente mágico.

Apreciar o silêncio é um ótimo conselho, eu nunca teria esperado ouvir música…
[ risos ] Sim, eu ouço.

Finalmente, o que você vê no futuro? Você já me contou sobre o single e o álbum, mas o que há além? 
Eu quero continuar fazendo discos, fazer músicas muito bonitas. Porque ainda estou procurando por elas. Estou caçando, procurando a música perfeita da AURORA. Essa é minha missão mais importante. Eu vou fazer tentar ser a melhor parte da música (indústria musical) eu puder fazer, ajudar as pessoas e tornar o mundo um pouco melhor. Esse é um grande objetivo. É o que tenho em mente para o que trabalho. Eu quero continuar fazendo álbuns, e depois de um tempo eu também quero escrever um livro. E eu quero fazer um musical. E eu quero fazer mil coisas. Fico feliz em ter tempo à frente para fazer todas essas coisas e muito mais.”

Tradução: Flávia Giuliana.

Uma fofa, né? AURORA nos inspira com sua arte, e mal podemos esperar para ver o que há de novo por vir!
Acompanhe o Portal AURORA Brasil nas redes sociais e fique por dentro das novidades da cantora!

Clique AQUI para conferir a matéria original.