Sua fonte OFICIAL sobre a cantora AURORA no Brasil.
Produtos e preços da loja OFICIAL da All My Demons Tour Postado por: Carlos Alexandre Souza Eduardo às 00:17

Como informamos anteriormente, todos os shows da All My Demons Tour no Brasil, contarão com uma loja oficial da turnê. A loja vem sendo planejada, organizada e será executada nos shows pela Equipe Portal AURORA Brasil.

Todos os produtos foram desenhados e escolhidos pela AURORA com a ajuda de seu designer Robin Larsen, exclusivamente para a turnê do Brasil e não há planos de serem comercializadas após a passagem da cantora pelo país.

AURORA está muito feliz em ela mesma ter desenhado os produtos, ela diz que “É como um presente para os fãs brasileiros”. Confira abaixo os produtos que serão comercializados e seus valores:

  • Poster All My Demons Tour Brasil | R$ 20,00 cada.

Design by Robin Larsen

Os poster’s oficiais da turnê serão comercializados em 4 versões (em todos os shows) que estão dispostas acima.

  • Button/Botton | R$ 4,00 cada.

Design by Aurora Aksnes and Robin Larsen

Os 10 modelos de bottons, cada um tem seu significado especial, alguns deles são pistas/referências ao próximo álbum da AURORA.

  • Chaveiro | R$ 10,00 cada.

Design by Aurora Aksnes and Robin Larsen

Chaveiro “Change your point of view” (referência ao próximo álbum da AURORA).

  • Álbum All My Demons Greeting Me As A Friend (Standart) – CD | R$ 30,00 cada.

Versão Standart do álbum All My Demons Greeting Me As A Friend, contendo 12 faixas.

  • Álbum All My Demons Greeting Me As A Friend (DELUXE) – CD | R$ 60,00 cada.

Versão Deluxe do álbum All My Demons Greeting Me As A Friend, contendo 17 faixas e encarte book, com 36 páginas.

Vale lembrar que todos esses produtos serão levados para todos os shows, porém em quantidades limitadas, então sugerimos que assim que vocês adentrarem ao local do show, se dirijam à loja oficial para adquirir o seu produto antes que esgote, não será aceito cartão de crédito/débito, apenas dinheiro.

“Quero ser uma amiga para as pessoas que me ouvem”, diz AURORA em entrevista Postado por: Carlos Alexandre Souza Eduardo às 15:50

Entrevista traduzida da revista francesa, Journal Des Femmes. Nessa entrevista AURORA fala sobre inspirações, infância, música e muito mais! Confira:


Aurora: “A música pode salvar aqueles que não têm ninguém para conversar”

Aurora parece com uma cabeça loira frágil, até que ela comece a cantar. Norueguesa de 20 anos se transforma em uma guerreira poética para Björk. Encontro com a estrela lunar.

Aos 6 anos de idade, enquanto as crianças brincavam na pequena sala de jantar, Aurora escreveu suas primeiras palavras. Antes de adicionar notas de piano. “Eu não fiz minha música antes 9 ou 10 anos”, diz ela, como se o seu talento precoce de cantora e compositora foi uma banalidade sem nome.

Nascida na Noruega, a menina de 20 anos foi notada na Internet, de modo que parece um milhão de milhas a partir deste mundo ultra-conectado e valorizado por sua geração. Aurora ama Gustav Klimt e música de cinema do compositor James Horner e Thomas Newman. Foi inspirada por John Williams e a natureza. E canta com uma voz que parece cristalizar o momento. Seu universo musical cheio de poesia é o efeito de uma lufada de ar fresco em uma floresta encantada, à imagem de seu primeiro álbum “All My Demons Greeting Me As a Friend”, lançado em março.
Traz de porcelana habilmente trabalhada loura quadrada polar e olhos azuis translúcidos, ela observa o mundo com um ar lunar antes de transformá-lo em canções. Normal, um nativo da terra do sol da meia-noite. Entrevista:

Como uma menina da Noruega encontra-se cantando com ingressos esgotados em Paris?

Eu não tenho ideia! É muito estranho, como minha vida está agora. Eu trabalhei duro para chegar até aqui, mas tudo foi muito rápido.

Você escreveu suas primeiras músicas antes de seus 10 anos. De onde vem essa necessidade de se expressar?

Eu sou muito emocional, nem sempre consigo me expressar no momento. Quando descobri o prazer da escrita, que eu poderia finalmente colocar em palavras as minhas emoções de uma forma agradável, como em poemas. Eu sempre tive muitos pensamentos em mente, é gratificante escrevê-los.

Não é difícil cantar em público quando é tão emocional? 

Não necessariamente, porque ser hipersensível significa que você se sente confortável com suas emoções. Chorar em público, mostrar que eu estou triste ou com raiva não me assusta. Isso é uma coisa muito agradável. Especialmente ao vivo, quando vejo as pessoas sentirem as mesmas emoções, chorar ou rir comigo. Isso me traz mais perto do desconhecido.

Qual foi a sua primeira memória musical?

Eu era muito jovem e muito doente. Lembro-me que minha mãe colocava um CD clássico com Mozart, Chopin e Beethoven. Eu esquecia a dor. Era como uma cura, apenas através das notas.

E agora você espera trazer o mesmo conforto para aqueles que ouvem você?

Eu quero ser como uma amiga para eles, quando eles se sentirem incapazes de expressar suas emoções. A canção pode salvar aqueles que não têm ninguém para conversar. Tento dar a minha música com um lado sonhador, mas também poderoso e forte. O escuro e a luz de cada vez.

O que te inspira?

Tudo! Cor ou som, uma canção, um cheiro, uma memória, um sonho ou um pesadelo. Eu tento incorporar a natureza em minha música tanto quanto eu puder. Visualmente. cada música tem uma identidade clara para mim. Quando eu escrevo, eu posso imaginar como ela vai soar e qual será a aparência do clipe.

O título do seu álbum “All My Demons Greeting Me As a Friend”, significa: “todos os meus demônios me saúdam como um amigo”. Por que esse nome?

Escrever canções ou se expressar através da arte é uma maneira de entender, gerenciar e criar novas emoções. Com isso, eu tento manter meus demônios como amigos. Fico feliz em saber que eles sempre estarão lá para me ajudar a fazer música, pintura e dança. Eu queria criar o meu álbum a partir do que me fazia escrever.

Uma memória de cena inesquecível?

Durante meu concerto no Rock en Seine festival este verão. Nós fomos no final do dia. Já era dia quando começamos e quando nós terminamos a noite. Era como se o mundo estava mudando enquanto estávamos tocando.

All My Demons Greeting Me As a Friend, disponível desde março de 2016.

Fotos exclusivas de Elise Daguin realizados para Le Journal des Femmes.

Leia a matéria na íntegra (em francês) clicando aqui.

Traduçã0: Victoria Duarte – Equipe PABR

AURORA canta Conqueror em rádio canadense Postado por: Carlos Alexandre Souza Eduardo às 15:19

AURORA apresentou “Conqueror” com sua banda no dia 09/11 na rádio 102.1 The Edge, porém a rádio só foi liberar o vídeo da performance no dia de ontem (18/11).

Assista:

Veja também as fotos em nossa galeria:

Assista o novo clipe de AURORA, “I Went Too Far” Postado por: Carlos Alexandre Souza Eduardo às 14:06

AURORA divulgou nesta manhã (05/07) o clipe oficial para seu novo single anunciado no mês passado, “I Went Too Far”, a canção já teve sua estréia como single na BBC Radio 1, mas o single ainda deve ser distribuído pelas rádios ao redor do mundo.

Assista agora o novo clipe de AURORA, “I Went Too Far”:

AURORA disponibiliza parte de seu concerto na VEVO Postado por: Carlos Alexandre Souza Eduardo às 17:41

AURORA acaba de disponibilizar em seu canal na VEVO, partes de seu show gravadas com qualidade de som e imagem profissionais no Honda Stage. Foram disponibilizadas as performances das faixas “Runaway”, “Warrior”, “I Went Too Far”, “Conqueror”, “Black Water Lilies” e “Under The Water”.

Confira:

CAMPANHA: saiba como trazer a AURORA pro Brasil Postado por: Carlos Alexandre Souza Eduardo às 03:01

Você conhece o site “Queremos!”? Esse site permite mensurar a quantidade de pessoas que pagariam por um ingresso do show de um determinado artista, dependendo da demanda que houver para esse artista, o site Queremos! entra em ação e negocia com o empresário a vinda desse artista para o Brasil.

Por que precisamos fazer isso?

Já sabemos que AURORA está para vir ao Brasil, porém não mais esse ano, só ano que vem. Acontece que há uma estratégia para conseguir público que está sendo muito utilizada pelos artistas que estão em ascensão. Quando se tem um público no Brasil mas não se sabe ao certo se seria suficiente para fazer um show, eles usam o primeiro álbum como forma de divulgação, para conseguir mais fãs, e depois, só com o segundo álbum, esses artistas trazem a turnê para cá. Shawn Mendes está fazendo isso, Troye Sivan tabém, Fifth Harmony não veio com a Reflection Tour porque eles não sabiam se elas teriam público para show solo, então eles passaram esse tempo todo divulgando elas aqui através da Sony Music Brasil, pra só agora voltar com a tour do novo álbum delas.

E pode ser que essa estratégia também esteja sendo utilizada com AURORA, inclusive, algumas lojas brasileiras, estão vendendo o LP do “All My Demons Greeting Me As Friend”. A tour desse álbum é bem curta, AURORA já está em estúdio gravando o segundo álbum, e sabemos que ela só vem ano quem vem. Estes são fatos que talvez mostrem que ela não vem pra cá com a All My Demons Tour.

Podemos começar divulgando o link da AURORA no Queremos!, só pedindo para as pessoas assinarem. Se tiver uma quantidade boa de pessoas, o empresário da AURORA talvez perceba que dá pra trazer a All My Demons Tour. Vários artistas já vieram para cá por meio desse sistema: , o Viner Nash Grier, as irmãs Cimorelli, Belle & Sebastian, All Time Low, Chet Faker, City and Colour, enfim. Todos esses projetos iniciados por fã bases que pediram o show através do Queremos!, não custa nada tentar, né?

Como funciona?

  • Clique AQUI para abrir a página da AURORA no site, depois, clique no botão “Peça um show”, depois é só divulgar nas suas redes sociais o link da que eles vão disponibilizar (Retweet também conta).
  • Chame seus amigos e coloque sua cidade no mapa. Quanto mais pessoas pedindo, melhor 🙂
  • Se sua campanha para conseguir pedidos for um sucesso, você ficará sabendo quando o artista vier em sua cidade e você poderá comprar ingressos em pré-venda e muito mais!

1 2
Portal Aurora Brasil