Após receberem um convite para entrevistar a AURORA há aproximadamente um mês, o grupo BCharts montou um tópico de perguntas para os fãs enviarem a Norueguesa podendo questionar sobre o álbum, colaborações, músicas futuras em português, etc. E, assim o fizeram!

A página reuniu as melhores dúvidas, e enviou a cantora, que, com toda a simpatia do mundo, ainda gravou um vídeo para os fãs que acompanham o site. E acreditem, ela começa com “Hello POCS!”. Surto! Confira:

Confira as perguntas e respostas:

Bcharts: Tem algum artista brasileiro no seu radar? Digo, algum brasileiro te inspira e te faz desejar uma colaboração?

AURORA: Vou tentar encontrar alguém para colaborar. [O português] É um belo idioma, então não me importaria em colaborar em alguma música na própria língua ou escrever algumas partes da música em português.

Bcharts: Quando você era mais nova, quem foi sua maior inspiração? A mensagem lírica de algum artista te incentivou a enfrentar os palcos? 

AURORA: Eu adorava muito música clássica e Enya. Eu também gostava muito de Leonard Cohen e de heavy metal também.

Bcharts: Como você se sente sendo uma das maiores vozes para o público que lida com problemas como ansiedade e depressão?

AURORA: Música realmente salva vidas, e eu me sinto muito honrada em saber que pessoas usam minha música como companheira quando precisam. Eu sinto que o propósito da música é ajudar as pessoas com emoções que achamos difíceis de explicar. Ser humano é difícil. Então me sinto muito feliz que eu possa de alguma forma tornar isso um pouco mais fácil.

Bcharts: Qual seria sua mensagem para novos artistas que estão batalhando pra suas músicas acontecerem?

AURORA: Acredite em si. Faça o que quiser fazer. Siga seu instinto e sua intuição e pronto.

Bcharts: Muitos fãs da Billie Eilish acham que as vozes de vocês combinam. Faria uma parceria com ela?

AURORA: Não acho que aconteça tão em breve não. Atualmente eu estou me sentindo muito intensa e cheia de energia e fúria e emoções, e eu sinto que agora ela está sussurrando suavemente palavras nos nossos ouvidos, enquanto eu estou gritando-as. Eu tenho sussurrado bastante na minha música anteriormente, mas estou indo em direção a um ambiente mais enérgico, e isso é muito divertido!

Bcharts: Qual é a canção que você mais gosta de cantar ao vivo nos seus shows? E por que?

AURORA: Às vezes eu amo cantar “Runaway”, por estar me sentindo sensível e sentindo falta de casa. Eu tenho algumas músicas sobre assassinato e medo, também histórias lúdicas sobre desconhecidos e personagens, e quando estou me sentindo brincalhona músicas como “In Bottles” e “Running With The Wolves” são realmente legais de tocar. Atualmente “The Seed”, o atual single, é a minha favorita, por ser um hino para o planeta, e eu me sinto tão forte e tão conectada cantando ela.

E vale lembrar que AURORA virá ao Brasil EM MAIO para uma série de shows em 5 estados brasileiros! Não tava sabendo?! Corre, porque dá tempo!  


Bcharts: As novelas são, culturalmente falando, um dos maiores passatempos dos brasileiros. Há mais de um ano você foi convidada a colaborar com a produção chamada “Deus Salve o Rei”, onde você regravou a música “Scarborough Fair”, que viria a ser a música tema de abertura da novela. Você pensa em trabalhar mais em trilhas sonoras?

AURORA: Talvez…? Talvez não…?

Bcharts: Você pretende lançar álbuns na língua norueguesa? Assim como a Celine Dion tem sua carreira dividida em Inglês e Francês? Você também disse que na sua nova era “Infections of A Different Kind” teria pelo menos uma música em norueguês, no Step I não tem nenhuma canção na sua língua nativa, essa suposta canção estará no Step II ou acabou deixando de lado?

AURORA: Não deve acontecer nesse step ainda. Eu tenho algumas músicas com pequenos trechos na minha língua nativa. Mas músicas norueguesas não nesse step.

Bcharts: AURORA, o seu último EP me passa uma ideia de revolta silenciosa (ou uma promessa de revolta), em especial “It Happened Quiet”. No mesmo disco você diz “don’t you know that we’re all turning softer inside?” Você se considera uma pessoa otimista com relação ao futuro?

AURORA: Eu sou otimista, porque ter esperança significa que você acredita que as coisas que fazemos para ajudar, efetivamente ajudam. E sem esperança não haveria razão nem para tentarmos, teria? Então eu sou otimista, mas também realista. Porque nós temos que fazer tudo o que fazemos para reverter o comportamento humano que tem sido destrutivo para o planeta Terra. Respeitando os animais e respeitando uns aos outros. Nós temos tempo para aprender, e eu acho que as crias das próximas gerações farão isso de uma forma produtiva.

Bcharts: Qual música de outro artista você gostaria de ter composto/criado?

AURORA: Às vezes eu gostaria de ter escrito “May It Be” da Enya, uma música que aparece na soundtrack de O Senhor dos Anéis. E eu amo “Tomorrow Never Knows” dos Beatles”.

Fada acessível!
Não deixe de seguir o Portal AURORA Brasil nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook!

Clique AQUI para ler a entrevista original.